Transição capilar – O que é e como fazer?

Transição capilar – O que é e como fazer?

A transição capilar é um tema que ficou em alta no último ano e promete ainda trazer mudança para muitas cabeças.

Pensando nisso, é interessante você entender melhor esse movimento todo, mas principalmente como fazer para começar.

Assim, você pode decidir se chegou a sua hora de mudar ou não bem como o que esperar de tudo isso.

Então, vamos lá?

Transição capilar – O que é e porque todo mundo está falando disso?

Transição capilar – O que é e como fazer?

Em termos simples, a transição capilar pode ser definida como o ato de abandonar procedimento e tratamentos que visam avisar os cabelos.

Geralmente, esse tipo de tratamento é feito por mulheres e homens que tem o cabelo ondulado, enrolado ou crespo.

Entretanto, é importante destacar que aplicar produtos químicos não se restringe apenas a um grupo de pessoas.

Por outro lado, é mais comum que seja feito por mulheres negras.

E porque isso acontece?

Bom, existe uma cultura da beleza que diz que o ideal são os cabelos lisos, “comportados”, sem nenhum frizz e com pouco ou nenhum volume.

O resultado é que todos os cabelos que não se encaixam nessa ideia, são vistos como menos bonitos.

E, a indústria ganha com isso, produzindo tratamentos para “lidar” com a questão.

Enfim, diversas mudanças começaram a acontecer no cenário da beleza e deu-se início um processo de liberdade.

Logo, cresce o número de pessoas que querem abandonar esses tratamentos, inclusive famosos, incentivando o público em geral.

Ou seja, mais felicidade e liberdade com algo que realmente faz parte de você.

É importante dizer que também forma feitas diversas pesquisas, que mostram que esses químicos podem ser nocivos para a saúde.

Resumindo…

Transição capilar é deixar os seus cabelos crescerem naturalmente, sem usar nenhum produto para alisar.

Esse processo tem crescido principalmente devido a pesquisas, movimentos de liberdade feminina, novos produtos e influência de famosos.

Como fazer a sua transição em 4 passos

1# Conhecimento é essencial

Para começar o seu processo de transição capilar, é essencial entender melhor esse processo.

Isso porque, parece muito simples dizer que basta abandonar os produtos químicos.

Transição capilar – O que é e como fazer?

Entretanto, o que poucos dizem é tudo o que acompanha essa mudança.

Veja, os cabelos costumam ser parte da rotina e influenciam na autoestima, impactando a saúde emocional.

O conhecimento pode evitar que você acabe se frustrando no meio do processo, desistindo ou mesmo ficando triste com o resultado.

Em primeiro lugar, a transição não é um processo rápido e demora, em média, um ano inteiro.

Isso porque, o cabelo precisa crescer sem naturalmente até sair toda a química, cortando aos poucos ou de uma vez.

Em segundo lugar, o cabelo natural pode demorar para chegar, já que os fios têm memória e, depois de muitos anos alisando, pode demorar para chegar ao resultado.

Com isso, o processo todo pode demorar até dois anos.

Em terceiro lugar, você vai precisar aprender mais sobre os seus fios, cuidados e paciência.

2# Transição capilar é um processo radical

O processo de transição é radical porque não existe um meio termo ou uma forma gradativa.

Inclusive, não existe nenhum tipo de tratamento capaz de reverter o efeito de alisamentos capilares.

É importante destacar isso, já que muitos profissionais mal-intencionados estão vendendo essa ideia.

Então, não vai nessa mentira.

A transição é um processo lento e radical, que envolve parar com qualquer tipo de alisamento e deixar os fios crescerem.

Ao mesmo tempo, você precisa investir em cuidados, para deixar os fios saudáveis.

Dessa forma, também será preciso ter calma, para lidar com a raiz que vai começar a crescer, gerando um mix de texturas na sua cabeça.

Não muito longe disso, as pontas podem começar a ficar mais finas, sendo que o ideal é ir cortando aos poucos.

Assim, você consegue fazer penteados diferentes.

3# Invista nos cuidados

Como o processo de transição capilar, envolve descobrir mais sobre o próprio cabelo e autoestima, você precisa investir nos cuidados.

Isso porque, os fios vão ficar um pouco mais secos, nem sempre ficam definidos logo de cara e o aspecto é de cabelo ondulado/crespo/enrolado e liso.

Justamente por isso, é importante focar em um cronograma capilar com produtos de qualidade.

Por outro lado, os cuidados não se limitam a cremes e shampoos.

Isso porque, a nutrição acontece de dentro para fora.

transição capilar

Logo, você precisa começar a melhorar a sua alimentação e aumentar o consumo de água.

A dica para nutrir os fios é hidratar o corpo e consumidos alimentos ricos em vitaminas, proteínas e minerais.

Sendo assim, a estrutura dos fios nasce mais saudável, ficando mais forte, evitando a quebra, frizz e secura.

4# Medo e opinião alheia – Como lidar com isso durante a transição capilar

Entre os passos de como dar início e continuar com a transição, é ter em mente que vão aparecer alguns desafios no caminho.

O primeiro desafio é o medo, seja de como os fios vão ficar, do que vão achar, de como você vai lidar com isso no dia-a-dia, etc.

O segundo desafio é a opinião das outras pessoas, que acreditam que tem o direito de dizer alguma coisa.

Para o primeiro desafio é preciso calma para pesquisar e ouvir pessoas que estão passando ou já passaram pelo mesmo.

Além disso, você vai descobrindo aos poucos, vendo fotos, copiando penteados e valorizando a si mesma.

Já para o segundo desafio, é preciso dar um basta e entender que pessoas tóxicas existem.

Mas você não deve dar atenção a elas.

Ao mesmo tempo, existe uma cultura em torno dos cabelos e da beleza feminina.

Então, você precisa aprender a lidar, não dar valor e ouvir mais a si mesma, considerando as suas características.

Pensando nisso, separamos alguns posts especiais para você:

 

Por fim, você ainda ficou com alguma dúvida ou gostaria de discutir mais sobre a transição capilar?

Comenta aqui embaixo para que eu possa ajudar você.

Aproveite também para compartilhar as suas dicas e experiências com nossos leitores.

Grande abraço e até o próximo post!

 

Sending
Avaliação
0 (0 votes)

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.